Bem-vindo!

Cuidar da saúde é super importante.
Ter em quem confiar para cuidar, sempre quando precisar, é melhor ainda.

Seja bem-vindo(a) ao site do Dr. Bernardo Medeiros e sua equipe, um importante canal de comunicação, informação e serviços pensados da melhor forma para você.

Nossos Serviços

A partir do histórico e da necessidade do paciente, a gente conta com recursos que fazem a diferença para a saúde das pessoas.
- Consulta Cardiológica
- Teste Ergométrico
- Eletrocardiograma
- M.A.P.A.
- Holter 24 horas
- Reabilitação Cardíaca

Agende um horário

WhatsApp/Consultório: (92) 99308-9940
E-mail: contato@drbernardomedeiros.com.br
Ipok Você também pode baixar o aplicativo Ipok no seu celular, buscar pelo Dr. Bernardo Medeiros e agendar sua consulta.

Escolha viver em dia com a sua saúde

Equipe

Dr Bernardo Medeiros

Dr. Bernardo Medeiros

Cardiologista com ênfase em Insuficiência Cardíaca, Reabilitação Cardíaca e Cardiologia do Esporte.

- Cardiologista no Hospital Beneficente PortuguêsCardiologista no Hospital Beneficente Português
- Professor no curso de Medicina da Universidade Nilton Lins
- Professor no curso de Medicina da FAMETRO
- Professor no curso de Medicina da UEA
- Professor MedCel
- Preceptor na Residência Médica do Hospital 28 de Agosto
- Coordenador da Liga Acadêmica de Cardiologia Clínica
Instrutor do Treinamento Avançado em Emergências Cardiovasculares (TECA) pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

 

Bernardo Medeiros Carvalho - Doctoralia.com.br

Dr Bernardo Medeiros

Ana Rita Gaia Machado

Nutricionista Clínica com especialização em Nutrição Materno Infantil e Nutrição Clínica Funcional -VP . Doutora em biotecnologia aplicada a Saúde pela Universidade Federal do Amazonas. Coordenadora e Professora do curso de Nutrição da Faculdade Estácio do Amazonas.

Dr Bernardo Medeiros

Clayton de Oliveira da Silva

Graduado em Psicologia pela Martha Falcão Wyden - FMF, Especialista em Psicologia Hospitalar com Enfoque em UTI pelos lapes. Atua na área hospitalar e clínica com vasta experiência em vivência nos atendimentos hospitalates, avaliação bariátrica, vasectomia e laqueadura, preparação psicológica para cirurgia, acompanhamento de transplante de órgão, interconsulta, grupos operativos e pacientes crônicos. Na clínica do Dr. Bernardo Medeiros, desenvolve um trabalho psicológico com pacientes em reabilitação cardíaca.

Serviços

Consulta Cardiológica

Num mundo cada vez mais acelerado e conectado como o que vivemos, é fundamental reservar um tempo para conversar com quem sabe te ajudar a cuidar da sua saúde. Isso é prevenção. A consulta cardiológica com o Dr. Bernardo Medeiros é o momento reservado para uma conversa leve, descontraída e de extrema importância entre médico e paciente. Um modelo de dedicação especial sobre cada caso, que chamamos de "slow medicine", termo batizado por um médico italiano que vai na contramão das consultas rápidas de pronto-socorro e clínicas populares. Ao saber mais do histórico de saúde do paciente, é possível definir junto com ele uma forma de cuidado mais personalizada, ampliando a visão não só para diagnósticos, mas também para práticas saudáveis de vida. E, claro, mais diálogo contribui para a aplicação de exames com critérios e indicações corretas, evitando exames desnecessários e, muitas vezes, onerosos para o bolso do paciente. Na prática, é a maneira mais humana de praticar a profissão, através do diálogo. Afinal de contas, conversando, a gente conhece melhor o cliente em sua integridade.
Teste Ergométrico
Sabe aquela imagem clássica do paciente sem camisa correndo em uma esteira, com eletrodos colados no tórax para registro no eletrocardiograma? Esse é o famoso Teste Ergométrico, um exercício de esforço físico em esteira rolante, de forma crescente e gradual, ideal para diagnosticar e avaliar a doença arterial coronária. >> Importante: Sua função é avaliar o amplo funcionamento cardiovascular, como sintomas, comportamentos da frequência cardíaca, antes, durante e após o esforço. Ele avalia também a capacidade funcional cardiorrespiratória e é importante para a detecção de arritmias, anormalidades da pressão arterial e isquemia miocárdica. O teste visa também avaliar o surgimento de sopros, sinais de falência ventricular esquerda e dos eventuais sintomas que podem acompanhar essas disfunções, além da avaliação funcional de doença cardíaca já conhecida. O Teste Ergométrico é um instrumento que auxilia na prescrição de exercícios físicos. Por isso é tão importante buscar a orientação de um cardiologista antes de começar a praticar uma nova modalidade ou exercícios físicos.

Eletrocardiograma

É o registro gráfico da atividade elétrica do coração. Serve para analisar a função cardíaca e a condução dos estímulos no coração, a fim de avaliar sua integridade ou anormalidade. O exame é feito com o paciente deitado e conectado ao eletrocardiógrafo, por meio de eletrodos colocados com gel condutor nos punhos, tornozelos e no tórax. >> Indicações As indicações para se fazer um Eletrocardiograma são bastante amplas e o exame é utilizado sempre que se deseja avaliar a função cardíaca. Hoje o ECG é parte integrante de uma consulta cardiológica, especialmente numa primeira consulta. Praticamente não existem contraindicações, a não ser que, numa especial situação clínica, não se consiga colocar os eletrodos para o registro ou se o indivíduo não for capaz de permanecer em repouso para sua execução.
M.A.P.A.
Já ouviu falar em Síndrome do Jaleco Branco, aquela pessoa que só de chegar ao consultório e ver o médico, a pressão sobe? Conhece alguém cuja pressão costuma disparar em determinada hora do dia ou da noite? E alguém que tem como sintoma a hipotensão, a chamada pressão baixa? Todas essas são indicações para se realizar a Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (M.A.P.A.). No dia e horário agendados, é feita a instalação do equipamento no paciente, que permanece com ele durante 24 horas, medindo sua pressão arterial a cada 20 minutos. >> Como é feito Um equipamento, composto por um monitor leve e pequeno, é colocado na cintura do paciente. Ele se conecta por um tubo plástico fino a uma braçadeira colocada no braço, que, a cada 20 minutos, é insuflada para registrar a pressão. >> Indicações Serve para analisar a pressão arterial no decorrer do dia e da noite, durante o sono, avaliando ainda eventuais sintomas, como tontura, dor no peito e desmaio para maior eficiência no tratamento. Após as 24 horas, o equipamento é retirado e conectado ao computador e um software especialmente construído para esta função desenha um gráfico das pressões registradas. >> Importante O exame deve ser realizado em um dia representativo da sua atividade diária. Assim, é fundamental manter as atividades rotineiras, já que o paciente precisa ainda anotar os horários em que dormiu, acordou, almoçou, jantou, assim como eventuais sintomas e atividades ou eventos importantes, em um impresso chamado “diário de atividades”.

Holter 24 horas

O Holter é fundamental para avaliar as variações do ritmo e da frequência cardíaca que ocorrem ao longo das 24 horas, denominadas “variações circadianas espontâneas”. São aqueles sintomas que aparecem e desaparecem de forma inesperada. Com a utilização de um pequeno aparelho gravador portátil, registra-se de forma contínua a atividade elétrica do coração, por meio do registro do eletrocardiograma. >> Como é feito Quatro eletrodos de contato são aderidos ao tórax do paciente e conectados ao gravador por meio de cabos, e o monitor é afixado à cintura do paciente. O período de gravação costuma ser de 24 horas, mas, muitas vezes, pode ser estendido para até 7 dias, tornando-se útil para observar arritmias ocasionais que com o curto tempo de registro do eletrocardiograma não são observadas. >> Indicações Desmaios, palpitações, tonturas, suspeitas de fibrilação atrial, controle após uso de medicações que afetem o sistema elétrico cardíaco, entre outras. Não há contraindicação para o exame, porém lesões na pele do tórax ou alergias podem dificultar o procedimento devido à necessidade de permanecer 24 horas com os eletrodos na região torácica.
Reabilitação Cardíaca
Infarto. Emergência. Hospital. Internação. Cirurgia. Recuperação. Alta. Opa, peraí que tá faltando uma fase importante nesse roteiro de quem ganha a chance de ter uma vida nova: a Reabilitação Cardíaca. A reabilitação visa trabalhar com o paciente, já no leito hospitalar, durante a internação, um conjunto de atividades motoras e respiratórias supervisionadas pelo cardiologista, a fim de melhorar a performance cardiorrespiratória do paciente e prevenir problemas futuros. Um acompanhamento que continua depois que o paciente recebe alta e vai para casa, com novos exercícios físicos – sempre, é claro, guiada conforme a prescrição do médico cardiologista. Quem entra pra Reabilitação Cardíaca? Pessoas que sofreram infarto, possuem arritmia ou problemas em uma das válvulas do coração. Abrange também aqueles que passaram por cirurgia cardíaca, implantação de stent ou angioplastia coronariana, por exemplo, ou, ainda, pacientes com insuficiência cardíaca ou de transplantes de coração ou de pulmão. Para além das cirurgias e dos remédios que salvam vidas, a reabilitação apresenta-se como a segunda parte de um tratamento que ajuda a prolongar vidas. Ou seja, a melhorar a qualidade e o bem-estar do dia a dia do paciente. Equipe pronta para reabilitar Por isso, seja no hospital, numa clínica ou numa academia, a reabilitação precisa ser realizada por profissionais capacitados - fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, enfermagem, assistente social, educador físico e até o médico psiquiatra, ajustada periodicamente pelo médico cardiologista conforme a evolução clínica e funcional do paciente. E em cada uma dessas fases, traça uma estratégia com tipo de exercício, o tempo e a intensidade com que deve ser feito, a frequência e os alertas eventuais sobre sintomas e efeitos adversos. Tudo isso alinhado a adoção de hábitos alimentares saudáveis, com o uso correto das medicações, com testes e o trabalho educativo para prevenção de estresse, do tabagismo e da depressão, além do aconselhamento e do engajamento da família. Traduzindo: significa torná-lo consciente e orientá-lo sobre como voltar, por exemplo, a praticar esportes, a retomar sua atividade sexual, seus hobbies, seu trabalho, enfim, ao seu convívio familiar e com seus grupos sociais. Os números provam: A partir de estudos que investigaram a vida de pacientes após terem sofrido um Infarto Agudo do Miocárdio, pesquisadores confrontaram os desfechos clínicos entre os sedentários e aqueles que realizaram atividade física regularmente após o incidente. Os resultados são surpreendentes: ♥️ 20% de redução no quadro de mortalidade total ♥️ 22% a menos, no índice de mortalidade cardiovascular ♥️ 25% de redução no número de pessoas com Infarto fatal Fonte: Diretriz Sul-Americana de Prevenção e Reabilitação Cardiovascular (2014)

ATENÇÃO REDOBRADA.

ATENDIMENTO HUMANIZADO.

Localização

Whatsapp/Consultório
(92)99308-9940

Aqui, a confiança

Vem de coração

Cada um tem a idade do seu coração,
da sua experiência, da sua fé.



Redes sociais

© 2020 Dr Bernardo Medeiros. Todos os direitos reservados.

FlareSoft

Voltar ao topo